Epagri é piloto para implantação de Modelo de Excelência em Gestão no Estado

  • Post category:Mídia
Modelo de Excelência em Gestão será implantado na Epagri
Primeira etapa da capacitação contou com 20 pessoas, entre elas a presidente da Epagri

A Epagri foi escolhida pelo governo estadual como instituição piloto para implantação do Modelo de Excelência em Gestão (MEG). Para tanto, os gerentes estaduais e dirigentes realizaram, no dia 16 de setembro, a primeira etapa da capacitação oferecida pela Secretaria de Estado da Administração (SEA). A capacitação foi realizada no Centro de Treinamento da Epagri em Florianópolis e contou com 20 pessoas, inclusive com a presidente da Epagri, Edilene Steinwandter.

Segundo Vamilson Prudêncio da Silva, gerente do Departamento Estadual de Planejamento da Epagri, a Empresa foi escolhida para implantação do piloto porque já conta com um modelo de gestão. Ele explica que serão realizados mais três encontros em Florianópolis, ao final dos quais a Epagri estará capacitada a atuar com excelência na captação de recursos junto ao governo federal.

“Alguns órgãos federais já adotam o MEG e o governo estadual definiu que aqui em Santa Catarina todas as instituições da administração direta e indireta deverão fazer o curso e aderir ao modelo”, descreve o gerente da Epagri. Ele conta que ao final da capacitação a Epagri vai se inscrever no MEG e acessar um sistema do governo estadual para responder a um questionário. A partir destas respostas, será calculada uma pontuação, que vai definir a maturidade em gestão de cada órgão do governo do Estado. “Quem tiver mais maturidade em gestão terá prioridade no acesso aos recursos federais”, adianta Vamilson. Ele explica também que esse questionário será respondido uma vez por ano, o que permite que sejam feitas adequações no modelo de gestão para evoluir anualmente na pontuação de maturidade.

No dia 30 de setembro os gerentes estaduais e dirigentes da Epagri passam pela segunda etapa da capacitação, marcada para acontecer no mesmo local da primeira. Nesse primeiro encontro o instrutor foi Marcelo Eduardo Schubert, coordenador do Escritório de Gestão de Processos (EPROC) da SEA. Até março de 2020 o governo espera ter implantado o MEG em todos os órgãos públicos estaduais.