Cuidar do solo para produzir mais

O Terra Boa é um dos programas mais tradicionais da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca e, há mais de 20 anos, beneficia os produtores catarinenses com subvenção para aquisição de calcário, sementes de milho, kit forrageiras e kit apicultura. A Epagri é quem executa o programa nos municípios: no caso do calcário, os extensionistas orientam a coleta de amostra de solo e encaminham o material para o laboratório. Depois fazem a recomendação de correção e adubação. O trabalho de extensão rural vai além e contempla uma série de práticas para o manejo adequado do solo.

Em 2017, 16,5 mil famílias foram beneficiadas com o calcário. Uma dessas foi a de Alírio e Zenaide Bennert, de Ituporanga. Eles começaram a fazer análise de solo há quatro anos, quando buscaram ajuda da Epagri e mudaram o rumo na propriedade.

Depois de desistir da produção de cebola e de fumo, o casal entrou para o grupo Sabor do Campo, organizado pela Epagri e voltado para a produção de alimentos seguros. Com a participação em reuniões, excursões e outros eventos, a família passou a praticar o Sistema de Plantio Direto de Hortaliças (SPDH).

Foi numa visita à propriedade que o técnico da Epagri suspeitou que haveria necessidade de corrigir a acidez do solo. Depois das análises, o calcário foi aplicado de acordo com a recomendação técnica. Alírio também seguiu as orientações para adubação, manejo do solo e uso racional de insumos e agrotóxicos. “A gente trabalhava usando muito produto químico. Depois que mudamos o estilo de produzir, tivemos uma melhora grande. Fazemos análise todo ano e, quando é preciso, corrigimos o solo. Com o SPDH, reduzimos o custo de produção e o uso de fertilizantes, fungicidas, inseticidas e herbicidas”, conta Alírio.

Hoje o solo está fértil e ajuda a manter a produtividade. Em 6 hectares, eles colhem, por mês, cerca de 4 toneladas de chuchu, 20 mil unidades de couve-flor e brócolis e 0,5 tonelada de pimentão. O casal ainda produz cenoura, berinjela, repolho, abobrinha, batata-doce e milho e também voltou a plantar cebola.

Leia esta e outras histórias sobre o trabalho da Epagri no Balanço Social.

, ,

© 1996 - 2018 Epagri. Direitos reservados