Agricultores aprendem sobre produção orgânica em Maracajá

Agricultores da região de Maracajá, no Sul de Santa Catarina, participaram de um dia de campo para aprimorar o conhecimento em produção orgânica. Eles foram capacitados para o uso e a formulação de caldas fitoprotetoras e biofertilizantes e também para o manejo do solo em sistemas orgânicos de produção. O evento foi realizado pela Epagri em parceria com o Grupo Frutos da Terra da Rede Ecovida, na propriedade de Lindomar de Almeida, no dia 8 de outubro.

O engenheiro-agrônomo da Epagri Ricardo Martins, coordenador do evento, destacou a importância de se manejar bem o agroecossistema orgânico. Ele falou sobre a necessidade de manter uma diversidade de espécies na área, além de praticar rotação de culturas, manejo integrado de pragas e doenças e Sistema Plantio Direto de Hortaliças (SPDH).

Os agricultores acompanharam a elaboração de um biofertilizante à base de esterco de vaca enriquecido com folhas de moringa oleifera e gliricídia, urina de vaca, extrato de raízes de tiririca e inoculação de microrganismos eficientes. “Essa receita permite enriquecer o biofertilizante para uso no solo, com o objetivo de elevar a população microbiana e fornecer hormônios vegetais, macro e micronutrientes, promovendo a vida no solo”, explica Ricardo.

Em outra atividade prática, o extensionista da Epagri Realdino Busarello ensinou os participantes a elaborar a calda bordalesa. Ele orientou o grupo a fazer o manejo ecológico de pragas e doenças com extratos vegetais e ensinou as concentrações ideais de cada produto para aplicação.

O evento contou com apoio da Secretaria de Agricultura de Maracajá, da Secretaria de Agricultura de Forquilhinha e da Rede Ecovida.

Conheça melhor a produção de orgânicos no Sul Catarinense:

, , , , ,

© 1996 - 2019 Epagri. Direitos reservados