Com linguagem simples, Epagri publica livro com conteúdo científico sobre SPDH

  • Post category:Mídia
O sistema é baseado, fundamentalmente, no conceito de redução substancial até a eliminação do uso de agroquímicos

A Epagri acaba de publicar o livro Sistema de Plantio Direto de Hortaliças: método de transição para um novo modo de produção, no qual traz, em uma linguagem simples, conteúdo científico sobre o SPDH, sistema que a Empresa preconiza para a transição de cultivos convencionais de hortaliças para o sistema de cultivo saudável, com viabilidade técnica, ambiental e econômica. A obra é de livre download e será apresentada ao público terça-feira, 4 de agosto, na abertura da capacitação técnica on-line em SPDH, que acontece às 14h.

Darlan Marchesi, gerente de extensão rural e pesqueira da Epagri e um dos organizadores da obra, explica que o SPDH se diferencia do modelo tradicional de cultivo de hortaliças devido à qualificação teórica e prática de sujeitos envolvidos na produção. O sistema é baseado, fundamentalmente, no conceito de redução substancial até a eliminação do uso de agroquímicos visando à promoção da saúde de planta e, consequentemente, obtenção de saúde do solo e da água, dos profissionais da agricultura, de suas famílias e consumidores.

O SPDH é usado para a transição de cultivos convencionais de hortaliças para o sistema de cultivo saudável

A Epagri e parceiros como a Udesc, a UFSC e as organizações de agricultores vem desenvolvendo trabalhos com esse sistema há 30 anos. Segundo Marchesi, os fundamentos do SPDH têm possibilitado a adoção por profissionais da agricultura distribuídos em todo o território de Santa Catarina e também em outros estados brasileiros.

Para a presidente da Empersa, Edilene Steinwander, a Epagri, de forma inovadora e consciente de sua missão, apresenta essa obra à sociedade, onde a prática e a continuidade do desenvolvimento do conteúdo proposto vai preencher uma lacuna importante no cenário da produção de alimentos saudáveis e seguros aos consumidores.

Livro de cabeceira do agricultor moderno

A obra tem como autores um coletivo de profissionais do Brasil e do exterior que trabalham com o SPDH

Com 428 páginas, o livro é dividido em cinco seções que indicam os seguintes assuntos: eixos político-pedagógico e técnico-científico; promoção da saúde do solo; promoção da saúde de planta; preparando o ambiente para o cultivo das plantas e cultivando plantas. A obra tem como autores um coletivo de profissionais do Brasil e do exterior que trabalham com o SPDH, os quais trazem exemplos das principais culturas trabalhadas com o método, como hortaliças e frutas.

Marchesi explica que a abordagem dos temas é nova quando comparada ao que já existe em termos de conceitos de produção de hortaliças e, ao mesmo tempo, é técnica e científica. “É o livro de cabeceira do agricultor moderno e do técnico  que trabalha com agricultura”, diz. O grupo de autores não vê a publicação como acabada e traz novidades:  segundo Marchesi, está em andamento um segundo livro, desta vez abordando a prática do SPDH na produção de grãos e na pecuária.

Além de Marchesi, a obra tem como organizadores Jamil Fayad (extensionista aposentado da Epagri), Valdemar Arl (educador popular), Jucinei Comin (professor da UFSC) e Alvaro Mafra (professor da Udesc).

Serviço

O que: apresentação do livro Sistema de Plantio Direto de Hortaliças: método de transição para um novo modo de produção

Quando: 4 de agosto de 2020

Horário: 14h

Local: evento virtual. Para assistir, clique aqui.

Como obter o livro:  A obra é de livre download  no site da Epagri.

Informações adicionais e entrevistas:

Darlan Marchesi, gerente de extensão rural e pesqueira da Epagri. Fone: (48) 98800-6558.

Informações para a imprensa:

Gisele dias, jornalista, pelo fone (48) 99989-2992

Veja seguir como o sistema de plantio direto em hortaliças traz benefícios na produção de tomate.