Epagri busca desenvolver a cadeia produtiva do bambu em Santa Catarina

  • Post category:Mídia
Móveis de bambu. Foto: Pixabay

A  Epagri firmou um termo de cooperação técnica  com a Associação Catarinense do Bambu (Bambusc)  com o objetivo de desenvolver  a  cadeia produtiva do bambu no Estado. A meta principal desse trabalho, ao longo dos próximos anos, é tornar Santa Catarina autossuficiente dessa matéria prima e desenvolver toda espécie de agregação de valor a ela, proporcionando melhoria da renda e da qualidade de vida das famílias rurais catarinenses.

De acordo com o coordenador do projeto, engenheiro-agrônomo Gilmar Carlos Michelon Dalla Maria, da Epagri de Curitibanos, o termo envolve um plano de trabalho composto de três atividades  distintas que serão desenvolvidas durante 2019.  “Outras ações alinhadas com o objetivo final do projeto serão planejadas e executadas ao longo dos próximos anos”, diz ele.

A primeira delas consiste na implantação de cinco unidades com espécies de bambus selecionadas nos centros de treinamentos de Joinville, Tubarão, Agronômica, Concórdia e Videira. As mudas para a implantação dessas unidades serão desenvolvidas e produzidas pela Bambusc, em parceria com a UFSC. Essas unidades, após avaliação dos cultivares, servirão como matrizes para a distribuição de mudas  de boa qualidade para  produtores rurais.

A segunda ação consiste na realização de seis cursos técnicos sobre a produção e o manejo do bambu para um público composto de técnicos da Epagri e pessoas que tenham alguma atividade relacionada à cultura e que possam reproduzir os conhecimentos em suas regiões.

A terceira ação consiste na realização de oito cursos de produção de móveis de bambu,  cujo objetivo é repassar  conhecimentos básicos a artesãos  e a pequenos produtores rurais interessados em novas fontes de  emprego e renda.