Uvas viníferas resistentes a doenças revelam bom potencial em São Joaquim

A Estação Experimental da Epagri em São Joaquim recebeu cerca de 40 pessoas, entre viticultores, técnicos e estudantes, para um dia de campo sobre variedades de uvas viníferas resistentes a doenças (PIWI). Durante o evento, realizado no dia 4 de fevereiro, os participantes puderam observar as uvas em fase de maturação, além de degustar seis vinhos brancos e quatro vinhos tintos. “Foi possível conhecer o potencial produtivo, a resistência a doenças e a qualidade enológica das uvas”, resume Marcelo Cruz de Liz, gerente da estação.

A grande vantagem das variedades PIWI é que elas combinam a resistência a doenças com alta qualidade enológica. Marcelo conta que em São Joaquim, entre as variedades avaliadas até agora, as que mais se destacaram foram as brancas Felicia, Aromera e Bronner e as tintas Prior e Regent.

O trabalho é conduzido pela Epagri e pela UFSC em parceria com dois institutos de pesquisa europeus: um da Itália (Fondazione Edmund Mach) e outro da Alemanha (Julius Kuhn Institut). O estudo é financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de SC (Fapesc) e parte do recurso vem do Fundo de Desenvolvimento da Vitivinicultura de Santa Catarina (Fundovitis).

, , ,

© 1996 - 2019 Epagri. Direitos reservados