Epagri abre nesta terça, 17, em Videira, curso para agricultoras

  • Post category:Mídia

A Epagri realiza nesta terça-feira, 17, no seu Centro de Treinamento em Videira, abertura do curso Flor-e-ser, voltado para mulheres agricultoras. O evento começa às 9h30min com aula inaugural da ex-presidente da Epagri, Edilene Steinwandter. Também participam da aula inaugural lideranças locais e familiares das agricultoras matriculadas.

Agricultoras e pescadoras da região de Itajaí durante formatura do curso Flor-e-ser (Foto Aires Mariga / Epagri)

Estão inscritas 26 alunas, que são agricultoras familiares da região. “Se houvesse mais vagas, teríamos mais inscritas”, explica Cirlei Ines Werlang da Silva, extensionista da Epagri na região. O número de participantes é limitado diante da capacidade da Epagri de receber e acomodar o público, já que as aulas acontecem em módulos de dois dias cada, com pernoites no próprio Centro de Treinamento. Elas também recebem alimentação e outros materiais necessários para o curso.

Serão realizados cinco módulos, com encontros mensais entre maio e setembro, sempre às terças e quartas-feiras. Nas aulas que acontecem amanhã e quarta elas serão capacitadas sobre o programa e-Origem, conhecerão mais sobre alimentos tradicionais e cultura, e também vão discutir a possibilidade de elaborarem um projeto de gestão para suas propriedades, entre outros conteúdos.

Ao longo do curso as aulas se diversificam em vários temas, como empreendedorismo, educação financeira, políticas públicas para o público feminino, turismo rural, prevenção de acidentes domésticos e pequenos reparos elétricos e hidráulicos. Também serão realizadas viagens técnicas par Caçador, Arrio Trinta e Lebon Régis.

Sobre o curso

O curso Flor-e-Ser foi instituído pela Epagri em 2019 e já capacitou agricultoras e pescadoras do litoral catarinense. Videira é o primeiro município do interior a sediar a capacitação. Trata-se de uma atividade complementar para esse público, que já era trabalhado pela Epagri. Durante o curso, as mulheres desenvolvem um plano de negócio, que será executado pela participante com apoio de uma linha de crédito especial subsidiada pela Secretaria da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural de Santa Catarina.

“Esta ação tem como diferencial o acompanhamento a estas mulheres pela equipe de extensionistas municipais da Epagri, antes, durante e depois do curso”, explica Marcia da Rosa Gomes, coordenadora do Programa Capital Humano e Social da Epagri e uma das responsáveis pelo curso. “Como resultado, temos o fortalecimento das mulheres para o enfretamento que as questões de gênero as impõem no seu dia a dia, mulheres ocupando espaços importantes de decisão dentro das instituições ligadas à agricultura e pesca e sua valorização no âmbito familiar, tirando-as da invisibilidade social e institucional”, enumera a coordenadora da Epagri.

Informações e entrevistas
Cirlei Ines Werlang da Silva, extensionista da Epagri em Videira
(49) 35335684

Informações para a imprensa
Gisele Dias, jornalista
(48) 3665-5147 / 99989-2992