Epagri concorre ao Prêmio Espírito Público: participe da votação popular

  • Post category:Mídia

A Epagri está concorrendo ao Prêmio Espírito Público na categoria ‘Instituições que Transformam’. A iniciativa busca reconhecer entidades da administração pública direta e indireta que contribuem para a promoção da segurança alimentar. A Epagri concorre com outros cinco candidatos em uma votação aberta ao público, disponível neste link.

Edilene Steinwandter, presidente da Epagri, diz que é uma honra para a Empresa ser indicada para um prêmio que valoriza a melhoria contínua dos serviços públicos e a segurança alimentar. “Isso porque faz parte da missão da Epagri garantir que as famílias rurais se mantenham no campo, com produção sustentável em termos econômicos, ambientais e sociais, promovendo a própria segurança alimentar e de toda a sociedade”, completa. Em Santa Catarina, 80% das propriedades rurais são consideradas de agricultura familiar.

O Prêmio Espírito Público, que está na quarta edição, é um projeto da Parceria Vamos, formada pela Fundação Lemann, Instituto humanize e República.org, com o suporte de uma rede de instituições parceiras. Além da Epagri, concorrem ao prêmio na categoria ‘Instituições que Transformam’ o Banco de Alimentos do Município de São Paulo (SP), a Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Curitiba (PR), a Prefeitura Municipal de Marechal Thaumaturgo (AC), a Secretaria da Agricultura Familiar do Piauí e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar do Rio Grande do Norte.

 Os candidatos foram indicados pelos parceiros do prêmio dentro do eixo Segurança Alimentar, tendo em vista os desafios da pandemia de Covid-19 no Brasil. De acordo com os organizadores, “essa categoria valoriza instituições que desenvolveram ações, sobretudo no último ano, para assegurar alimentação adequada à população, proporcionando acesso a alimentos de qualidade e em quantidade suficiente, resguardando as propriedades saudáveis de nutrição e a diversidade cultural e ambiental”. Entre os critérios para avaliação estão impacto social, contribuição técnica, capacidade de mobilização e efeito multiplicador e iniciativa e integridade.

Atuação da Epagri na pandemia

Para manter as atividades durante a pandemia, a Epagri optou pelo modo on-line de atendimento na realização de eventos e de capacitações. A Empresa criou um canal no YouTube para promover capacitações à distância que já soma 14,6 mil inscritos, 198 cursos disponibilizados e mais de 42 mil visualizações. No auge da pandemia, os extensionistas também realizaram o atendimento on-line dos agricultores.

Entre 2020 e 2021, a Empresa promoveu três cursos on-line sobre o uso das Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC), que somam cerca de 6,5 mil visualizações. O Sistema de Plantio Direto de Hortaliças (SPDH) já chegou a pelo menos 10% das propriedades de agricultura familiar de Santa Catarina.

Entre 2012 e 2019, a Epagri capacitou 2.468 jovens, incentivando a permanência deles no campo e, em alguns casos, promovendo o retorno às propriedades rurais daqueles que estavam trabalhando na cidade.

Clique aqui para votar na Epagri. A votação está aberta até as 23h59 do dia 11 de dezembro.