Revista Agropecuária Catarinense traz informações sobre a cigarrinha-do-milho e as doenças transmitidas pelo inseto

  • Post category:Mídia

Está no ar a edição maio/agosto da revista Agropecuária Catarinense, com informações sobre a cigarrinha-do-milho, praga que surpreendeu os produtores catarinenses na safra 2020/21. O inseto é vetor dos microrganismos causadores das doenças do complexo de enfezamento, capazes de comprometer substancialmente as safras de milho. O assunto, que é tema da capa da revista, está abordado em duas sessões da publicação.

Edição maio/agosto da revista estampa na capa o problemas que aflige os produtores catarinenses de milho

A Conjunta traz o panorama do problema e ações de mitigação dos impactos causados pela cigarrinha-do-milho e complexo de enfezamentos em Santa Catarina. “Embora não seja um problema recente no Brasil, era relativamente desconhecido pela cadeia produtiva catarinense, o que levou o setor técnico e institucional a tomar medidas com a finalidade de orientar os produtores visando diminuir os impactos do enfezamento especialmente nas safras vindouras”, descreve o resumo do trabalho. Para ler a Conjuntura, clique aqui e faça download gratuito do arquivo em PDF.

No informativo técnico são discutidos os principais aspectos etiológicos e bioecológicos dos agentes bióticos envolvidos neste problema fitossanitário. Também são abordadas as principais estratégias de manejo recomendadas para mitigar o impacto nas lavouras de milho. O arquivo com a íntegra do texto pode ser baixado sem custo aqui.

Os dois trabalhos são assinados por Leandro do Prado Ribeiro e Maria Cristina Canale, pesquisadores do Centro de Pesquisa para Agricultura Familiar (Epagri/Cepaf).