Capacitação busca elevar a qualidade do leite em SC

  • Post category:Mídia
O curso vai enfatizar o controle de células somáticas, pois a prática é fundamental para aumentar a qualidade do leite

Fazer o controle sanitário dos rebanhos bovinos visando à produção de leite de qualidade. Este é o objetivo da capacitação on-line gratuita que a Epagri oferece a partir do dia 4 de setembro para técnicos da Empresa que atuam no  Planalto Norte Catarinense. O curso será oferecido durante cinco semanas e inclui também profissionais parceiros que trabalham com assistência técnica ou extensão rural, como veterinários e agrônomos das prefeituras, de instituições de ensino e pesquisa e produtores que desejam aprender mais sobre o tema.

Os encontros serão sempre às sextas-feiras, das 15h às 17h. O primeiro deles, no dia 4 de setembro, será sobre o controle de células somáticas e a necessidade de atender as Instruções Normativas 76 e 77. O palestrante será o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da Epagri, Vagner Portes, que é médico-veterinário e pesquisador em sanidade animal. Os demais encontros vão tratar de protocolos de sanidade animal para bovinos, tratamentos e relatos de experiências a campo.

Sanidade animal e o impacto na qualidade do leite

O leite é um dos principais produtos da agropecuária do estado e tem o terceiro maior faturamento da agropecuária catarinense, gerando receitas de R$ 3,72 bilhões em 2019

Segundo o coordenador do curso, extensionista rural Marlon Dutra, atualmente existem inúmeras doenças que atacam os animais e prejudicam a lucratividade em sistemas pecuários de produção e ainda podem causar riscos à saúde humana, que são as doenças conhecidas como zoonoses. “Dentre essas doenças podemos destacar a tristeza parasitária bovina, viroses bovinas e os patógenos que causam a temida mastite, impactando a produção leiteira. Para evitar essas zoonoses, o controle sanitário dos rebanhos é fundamental”, ressalta.

Marlon explica que o Planalto Norte é uma região com tradição na produção animal, mais a quantidade de leite produzida ainda é pequena se comparada a outras regiões do estado. “Para que o leite seja valorizado, é necessário possuir uma qualidade acima da média. Atualmente, dentro das características que geram uma maior qualidade do leite, o controle de células somáticas é fundamental. Esse tema exige bastante dos técnicos e produtores para alcançar resultados satisfatórios. Então, quanto mais conhecermos, melhor será o serviço prestado aos agricultores”, diz o coordenador do curso.

O leite é um dos principais produtos da agropecuária do estado. Segundo o Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola da Epagri (Cepa),  são mais de 70 mil famílias envolvidas na atividade e o setor gera cerca de oito mil empregos diretos. O produto tem o terceiro maior faturamento da agropecuária catarinense, gerando receitas de R$ 3,72 bilhões em 2019.

Serviço:

O que: Capacitação técnica on-line em sanidade bovina com ênfase no controle de CSS e qualidade do leite para o Planalto Norte Catarinense

Quando: dias 4, 11, 18 e 25 de setembro e  dia 2 de outubro, das 15h às 17h

Quem pode participar: técnicos da Epagri, das prefeituras e de instituições de ensino e pesquisa catarinenses e produtores de SC que desejam aprender mais sobre o tema

Inscrições: Com o escritório da Epagri de Bela Vista do Toldo: embelavista@epagri.sc.gov.br

Conheça mais sobre a atividade leiteira no Planalto Norte Catarinense na reportagem abaixo.