Curso sobre sementes crioulas terá próxima etapa dia 30 de julho

  • Post category:Mídia
Sementes crioulas são aquelas mantidas e selecionadas por várias décadas por agricultores tradicionais do mundo todo e que não possuem restrição para multiplicação. Foto: Aires Mariga

A Epagri está promovendo um curso on-line para propiciar um espaço de valorização e incentivo à preservação e às trocas de sementes crioulas. A capacitação será feita em quatro etapas e a próxima será na quinta-feira, 30 de julho, quando vai abordar a tecnologia de produção dessas sementes e as relações entre guardiões e o ensino.  O curso é gratuito e direcionado aos guardiões de sementes, agricultores, estudantes e técnicos.

Sementes crioulas são aquelas tradicionais, ou seja, que foram mantidas e selecionadas por várias décadas através dos agricultores tradicionais do mundo todo e que não possuem restrição para a sua multiplicação. A coordenadora do curso, extensionista Rose Gerber, ressalta que a essas sementes protegem o meio ambiente e promovem a soberania  alimentar e economia na propriedade rural, além de preservar a cultura dos povos originários. “As sementes crioulas guardam a natureza das nossas terras. Preservar e multiplicar essas riquezas ancestrais de alto material genético é o grande desafio dos guardiões de sementes”, afirma.

Como participar

As inscrições podem ser feitas nos escritórios locais da Epagri ou por meio de um formulário repassado através do chat durante a realização do evento.  O curso dá direito a certificado apenas aos participantes formalmente inscritos.

As etapas se complementam, mas são independentes. Desta forma, o interessado pode participar de quantas quiser. Todas elas ficarão disponíveis no YouTube, portanto quem não conseguiu acompanhar o conteúdo já ministrado, pode assistir quando puder. As duas primeiras etapas contaram com mais de mil inscritos.

Confira abaixo as próximas etapas. Para participar, basta clicar sobre o curso que você será direcionado ao link do evento.

– Etapa 3 – 30 de julho, às 14h: Tecnologia de produção de sementes crioulas, relações entre guardiões e o ensino

– Etapa 4 – 06 de agosto, às 14h: Sementes crioulas e direitos dos agricultores: marco jurídico, políticas públicas e legislações locais