Vídeo sobre SPDH em maracujá vence concurso nacional sobre conservação do solo

  • Post category:Mídia
O extensionista Filipe Espíndola mostrou no vídeo como o SPDH é eficiente no combate à erosão

O vídeo produzido pelo engenheiro-agrônomo Filipe Espíndola, extensionista da Epagri em Pedras Grandes, no Sul do estado, que mostra os resultados do sistema de plantio direto de hortaliças (SPDH) no maracujá, foi escolhido o vencedor da Campanha Nacional de Combate à Erosão, lançado pela Embrapa. A produção ficou entre as quatro finalistas e foi a mais votada em uma consulta popular no canal de YouTube da Embrapa, com 3.252 curtidas. O concurso foi realizado no primeiro semestre de 2020.

O objetivo do desafio de inovação proposto pela Embrapa foi mostrar, em um vídeo de até dois minutos, as boas práticas no combate à erosão e isso ficou demonstrado na produção de Filipe, gravada na propriedade da família Barbosa, onde a Epagri instalou uma Unidade de Referência Tecnológica em SPDH no maracujá. O extensionista escolheu o assunto porque a cultura do maracujá em Pedras Grandes é uma importante alternativa de renda para os agricultores familiares, responsável pela migração de muitos fumicultores para a produção de alimentos saudáveis. 

O vídeo foi gavado na propriedade da família Barbosa, onde a Epagri instalou uma Unidade de Referência Tecnológica em SPDH no maracujá

“Essa cultura está implantada em cerca de 30ha de área do município e tem alcançado  produtividades de até 70 toneladas por hectare, bem acima de média nacional, que é cerca de 15 toneladas por hectare”, ressalta Filipe, que atribui esses resultados ao sistema de produção implantado, pois o SPDH melhora a fertilidade do solo. O extensionista está no escritório de Pedras Grandes desde que ingressou na Epagri, em 2014, e o cultivo de maracujá em SPDH é um dos principais trabalhos que  desenvolve no município. Ele também tem um trabalho destacado na Epagri no apoio técnico que tem prestado nos eventos com transmissão on-line, comuns na Empresa desde o início do isolamento social provocado pela pandemia da covid-19.

Filipe escreveu o roteiro do vídeo, fez as imagens com equipamento pessoal e editou o material em aplicativos de computador. De colaboração externa ele contou com a revisão ortográfica de Judit Terezinha Bardini e com a narração de Marislei Goudinho Beluco, cantora do município que também produziu a música para compor a trilha do audiovisual. “O apoio dos colegas da Epagri foi fundamental para o resultado do concurso. Agradeço a participação de todos que votaram”.

SPDH e o combate à erosão

O SPDH prevê a proteção permanente do solo com plantas de cobertura, que protegem o solo e evitam a erosão

As pesquisas da Epagri com SPDH iniciaram em 1998 e hoje, o sistema é utilizado em mais de 3 mil hectares no Estado. O sistema prevê uma série de práticas conservacionistas. A principal é a proteção permanente do solo com palhada, utilizando plantas de cobertura para formar biomassa. Além dessas plantas, conhecidas como adubos verdes, são mantidos na área de plantio os restos vegetais de culturas anteriores. Cada hectare precisa de, pelo menos, 10 toneladas de palha por ano. O revolvimento do solo é restrito à linha de plantio.

Além de proteger o solo, as plantas de cobertura servem de alimento para macro e microrganismos, aumentam a concentração de matéria orgânica, reduzem o surgimento de plantas espontâneas e mantêm a umidade e a temperatura mais estáveis, evitando a erosão.

Campanha Nacional de Combate à Erosão

O vídeo de Filipe foi condecorado com produções artísticas como essa ilustração do designer gráfico Dudu Rosa

A Campanha Nacional de Combate à Erosão foi lançada pela Embrapa Solos em 5 de dezembro de 2019 (Dia Mundial do Solo) para chamar a atenção sobre a erosão,  inspirada em concurso similar realizado pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO). A versão brasileira da competição contou com apoio da FAO e da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo (SBCS).

Os três primeiros colocados ganharam um certificado da Embrapa, condecorações da FAO, do MAPA, e da SBCS, além de um kit da campanha ‘Stop soil erosion’ da FAO, com 10 publicações do organismo da ONU e da Embrapa. O vídeo vencedor também foi condecorado com produções artísticas: ilustrações do designer gráfico Dudu Rosa e mapa mental, elaborado pela artista plástica Milena Pagliacci.