Epagri doa sementes de hortaliças para atividades escolares durante isolamento social

  • Post Category:Mídia
As sementes foram entregues com as atividades pedagógicas seguindo todos os procedimentos de segurança recomendados e em dias específicos para evitar aglomerações

Rabanete, beterraba, repolho, salsa, rúcula, abobrinha, alface, cenoura e feijão de vagem. Esses alimentos estarão em breve na mesa de 80 famílias e alunos do segundo ano da Escola Básica Aníbal Cesar, em Itajaí. Eles receberam sementes do escritório local da Epagri do município para cultivar em casa enquanto as aulas estão suspensas por conta da pandemia do novo coronavírus. A iniciativa faz parte do projeto pedagógico “Eu Sou Natureza”, que tem por objetivo utilizar o ambiente horta escola como um espaço de aprendizagem dentro do contexto do ensino fundamental.

No final de abril as famílias beneficiadas realizaram a retirada das sementes na unidade escolar juntamente com uma pasta com as atividades pedagógicas, seguindo todos os procedimentos de segurança recomendados e em dias específicos para evitar aglomerações. O projeto é desenvolvido pelas pedagogas da unidade escolar Ana Carolina Vinholi e Tânia Maria de Souza, que inciaram as atividades antes da interrupção das aulas.

Como devolutiva os alunos produzem diariamente fotos e vídeos das atividades

” A  Epagri compreende a necessidade de uma educação consciente e  participativa e com essa ação, além de valorizar, preservar o meio ambiente e ensinar a  semear o alimento, tem um cunho social e emocional muito importante em  tempos de distanciamento social. Essas sementes chegam na casa dos alunos com doses de esperança de que tudo vai ficar bem”, diz a extensionista social de Itajaí, Geisebel Cristine Patrício.

Conteúdo das aulas

Todo o material pedagógico enviado aos alunos foram anexados a uma plataforma para aulas on-line com as orientações necessárias, possibilitando a realização de práticas educacionais interdisciplinares como a leitura das informações disponíveis na embalagem da semente, onde a criança pode aprender sobre a época de plantio, observar as características da planta, ter noções de como preparar a semeadura, adubação, tratos culturais e processo de colheita e associar todos esses conteúdos também aos componentes curriculares de História, Geografia, História, Ciências, Matemática e Língua Portuguesa.

O aluno aprende sobre a época de plantio e tem noções de como preparar a semeadura

Como devolutiva, estão sendo produzidos diariamente fotos e vídeos postados dentro da plataforma, promovendo assim, a interação entre professor e aluno e trazendo todo conhecimento prévios das famílias sobre a prática de plantio já realizada na comunidade.

Segundo a professora Ana Carolina, a intenção de enviar sementes para as casas foi contribuir no bem-estar das crianças que estão em isolamento social e escola. “Pensamos também na continuidade da aprendizagem dos alunos sobre o tema de estudo que já havíamos iniciado, para que eles possam vivenciar em família as experiências de acompanhar o crescimento de uma planta, fortalecendo, assim, os vínculos familiares” , diz ela.

A professora Tânia Maria de Souza agradece a parceria da Epagri. “Essas sementinhas estão incentivando nossos pequenos a um hábito saudável e responsável. Essas parcerias na educação são valiosas e fazem a diferença na aprendizagem de toda a equipe escolar”.