Cooperativa de orgânicos faz sucesso na Grande Florianópolis

  • Post category:Mídia
Recanto da Natureza está localizado em Santo Amaro da Imperatriz

Um negócio familiar que se tornou uma das principais cooperativas de produtos orgânicos de Santa Catarina. Localizada no município de Santo Amaro da Imperatriz, na Grande Florianópolis, ela tem foco na produção, no beneficiamento e na comercialização de alimentos 100% orgânicos. Com mais de 100 produtos, o empreendimento Recanto da Natureza é administrado pela família Voges, umas das pioneiras em produção agroecológica no Estado.

Amilton e a filha Cristiane estão a frente dos negócios

Eles iniciaram o cultivo e a venda de orgânicos no ano de 1997. Um desafio gigantesco na época, como explica Amilton Voges, presidente da cooperativa e idealizador do negócio. “Mudamos para a produção orgânica devido a uma intoxicação que tive por conta dos agrotóxicos. Na época, nem se usava o termo orgânicos. O começo não foi fácil. Hoje, com preços mais competitivos e também com as redes sociais, conseguimos ter mais contato com nossos consumidores. A mídia se abriu para os orgânicos, isso ajudou muito”, explica Amilton.

Foram várias etapas para o empreendimento se consolidar como uma referência de orgânicos no Estado. Inicialmente era só a família, depois grupos informais de produtores, passando para associação e, hoje, uma cooperativa com 71 sócios de 25 cidades, abrangendo inclusive a região serrana e o Sul Catarinense.

Cooperativa tem mais de 70 associados de 25 municípios catarinenses

De acordo com Cristiane Voges, filha de Amilton e engenheira-agrônoma do empreendimento, o crescimento de associados ocorre pela garantia da venda de produtos pela e assistência que a cooperativa dá aos agricultores. “Não saber onde vender o produto era o principal medo dos agricultores. Muitos deles, inclusive querendo migrar da produção convencional para a orgânica”, lembra ela.

Mais de 100 produtos orgânicos são oferecidos aos consumidores

Cristiane destaca ainda a importância da adesão da cooperativa ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). Com a nova Lei da Alimentação Escolar, o Governo Federal definiu que nas compras da agricultura familiar devem ser priorizados os produtos orgânicos. “Hoje os orgânicos chegam às comunidades carentes atendendo crianças que, muitas vezes, não teriam condições de se alimentar com esse tipo de alimento. É um marco muito importante para nós, uma satisfação, um orgulho, algo que vai refletir na saúde dessas crianças”, comemora Cristiane.

Fique ligado! Em breve, essa reportagem estará disponível em vídeo nas redes sociais da Epagri. Siga nosso canal no Youtube e acompanhe as novidades.