Epagri em Curitibanos realizou mais de 2 mil atendimentos em 2019

  • Mídia

A equipe da Epagri em Curitibanos, no Meio-Oeste Catarinense, realizou 2.087 atendimentos a 753 famílias e entidades do município em 2019. A assistência foi prestada por meio de visitas, atendimentos no escritório, reuniões, oficinas, palestras, entre outros métodos, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida e a renda dos agricultores através do aumento da produtividade, da redução de custos, da diversificação e da agregação de valor à produção, aliados à preservação do meio ambiente. Esses números foram apresentados à população local no dia 9 de dezembro, na Câmara de Vereadores.

O município tem como principais atividades agrícolas a soja, o milho, o feijão e o alho; já a produção agropecuária se baseia na criação de suínos e bovinos de corte. Atividades florestais também se destacam na economia do município. Para o ano de 2020 estão previstas ações prioritárias para as principais atividades agrícolas, baseadas nas demandas obtidas através do planejamento plurianual da Epagri (2018 – 2021), com consulta à sociedade, ao setor rural e a lideranças, feita pelo escritório municipal.

A equipe é formada pelos engenheiros-agrônomos Fábio Granemann e Juliana Golin Krammes e os auxiliares de escritório Aliomar Dellatorre e Marlene Alves da Silva. Segundo Juliana, em 2019 foram emitidas 249 documentos que proporcionam o acesso do produtor rural ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF) e outras políticas públicas. Foram elaborados 40 projetos de crédito agrícola, com valor total de R$ 1.002.131,88 para custeio e investimento. Os principais financiamentos foram para custeio de soja, alho, aquisição de bovinos e equipamentos agrícolas.

Outro trabalho importante foram os projetos do Fomento Mulher, linha de crédito destinada a beneficiárias do Programa Nacional de Reforma Agrária (PNRA) com o objetivo de implantar projetos produtivos sob a responsabilidade da mulher titular do lote, no valor de até R$ 5 mil por família assentada. Foram feitos 33 projetos, beneficiando agricultoras dos assentamentos Neri Fabris, Herdeiros do Contestado, Índio Gaudino e Primeiro de Maio. “Neste ano, já foram assinados 25 contratos do Fomento Mulher, totalizando R$ 125 mil”, ressalta Juliana.

Em agosto de 2019, a Epagri de Curitibanos e a Secretaria da Agricultura realizaram o Seminário Regional de Bovinocultura de Leite. Os temas abordados foram Qualidade do Leite e os desafios das novas INs 76 e 77 para os produtores de leite. Participaram do Seminário mais de 150 pessoas. A Epagri também realizou, em parceria com a UFSC e SIFC, o Seminário Regional Florestal.

Fábio destaca ainda que a Epagri realiza extensão rural e assistência técnica para atividades agropecuárias em geral, realizando laudos de vistoria em lavouras e de supervisão para o Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF). Em 2019, foram feitas 424 visitas, com 597 beneficiários e entidades atendidas em diversas culturas. As principais atividades foram: alho, uva, bovinocultura de leite e hortaliças em geral. Os atendimentos em produção de uva seguem o programa de incentivo a diversificação da produção da prefeitura de Curitibanos. São 60 produtores que receberam as mudas da prefeitura e são acompanhados pela assistência técnica da Epagri.