Irineópolis instala 34 esterqueiras em dois anos

  • Post category:Mídia

Nos últimos dois anos, a Epagri de Irineópolis orientou a instalação de 34 esterqueiras em 20 propriedades produtoras de leite do município. Nessas estruturas, escavadas no solo e revestidas com geomembrana impermeabilizante, o esterco passa por um processo de fermentação e pode, então, ser usado como fertilizante na agricultura.

Cada esterqueira pode acondicionar até 4.500m³ de dejetos animais durante o ano. Considerando os teores de nutrientes dos dejetos líquidos bovinos e o preço dos fertilizantes comerciais, os técnicos calculam uma economia anual de aproximadamente R$5.250 em cada propriedade.

A demanda pela instalação das esterqueiras foi motivada pelo trabalho da Epagri por meio do Programa Regional Planorte Leite e do Programa SC Rural, além das ações da prefeitura. O programa Porteira Adentro, da prefeitura de Irineópolis, possibilitou a escavação das valas em grande parte dessas propriedades.

O manejo adequado dos resíduos animais também faz parte do Programa Municipal de Conservação do Solo, da Água e das Estradas Rurais. A demanda para construção de esterqueiras continua crescendo e a intenção é que, nos próximos anos, todas as propriedades produtoras de leite do município possuam esse sistema.

O engenheiro agrônomo da Epagri Alex Skolaude explica que os dejetos animais, quando manejados adequadamente no solo, deixam de ser poluentes e passam a constituir valiosos insumos para a produção agrícola sustentável. “Esse processo possibilita reciclar os nutrientes da alimentação animal para a produção de biomassa, como as próprias pastagens, melhorando também as propriedades físicas, químicas e biológicas do solo e mantendo um sistema altamente produtivo e equilibrado”, detalha.