Jovem rural mostra o uso do biofertilizante em cultivo de palmáceas

O jovem empreendedor de Jaraguá do Sul, Jonas Matias, mostrou a 72 agricultores da região como usar o biofertilizante em cultivo de palmáceas. A tecnologia foi repassada em um dia de campo realizado no dia 27 de março, na propriedade de sua família, localizada na comunidade do Rio Cerro, que é Unidade de Referência Técnica.

O agricultor, ao frequentar o curso de jovens na Epagri, fez o projeto para a implantação de unidade de produção de biofertilizante, que está em operação na sua propriedade e é usado como condicionador do solo e acelerador da microvida. Para isso ele investiu R$ 15 mil, dos quais R$ 10 mil vieram do Programa SC Rural. O biofertilizante é feito de matéria orgânica de origem animal ou vegetal em meio liquido (o principal é cama de aviário), enriquecido com nutrientes e micro-organismos. A capacidade de  produção é de duas toneladas a cada 60 dias.

Essa tecnologia foi desenvolvida pela Estação Experimental de Itajaí. No dia de campo o pesquisador Alexandre Visconti falou sobre a importância do biofertilizante, bem como a preparação dentro de parâmetros técnicos. George Livramento, coordenador de Ater das regiões de Itajaí, Blumenau e Joinville (UGT 6), considera o uso do biofertilizante como uma tecnologia inovadora, pois pode ser utilizada em  outras culturas como banana e hortaliças, entre outras. 00

, , , ,

© 1996 - 2019 Epagri. Direitos reservados