Produção Orgânica se destaca em Içara

  • Post Category:Mídia

Um Dia de Campo realizado em Içara no dia 23 de outubro com foco na produção orgânica de alimentos e utilização do Sistema Plantio Direto em Hortaliças (SPDH) reforça o quanto o município está investindo na produção sustentável. O evento foi na propriedade de Marionice Prudêncio e seu esposo Valdomiro, que é certificada pela Rede Ecovida com garantia de produto orgânico para hortaliças. O casal produz também ovos caipira, leite, carne e grãos.

O evento foi organizado pela Epagri, com parceria do Grupo Frutos da Terra (GFT) e Rede Ecovida de Certificação Orgânica. No dia os agricultores, na maioria produtores de alimentos orgânicos membros do GFT, observaram na prática quais as condições ideais para se conduzir um plantio conforme recomendação do SPDH. Os técnicos presentes apresentaram a área de estudo e esclareceram dúvidas a respeito da prática.

O extensionista rural da Epagri de Içara, Saymon Antonio Dela Bruna Zeferino, explica que O SPD pode ser conduzido em diversas lavouras e não somente em hortaliças. Dentre os diversos benefícios Saymon destaca a proteção e conservação do solo por meio de uma camada de palha sobre a superfície que evita que as gotas de chuva causem impacto negativo no solo. “Essa cobertura também impede que nutrientes e a matéria orgânica escorram junto com a água da chuva, além de fornecer proteção térmica para dias de insolação muito intensa e de noites muito frias”.

No Sistema de Produção Orgânica não é permitido utilização de produtos de origem química. “Busca-se o equilíbrio do ecossistema, bem estar familiar, conservação dos solos e água”, ressalta o extensionista. “Nesse contexto, a palhada fornece nutrientes que posteriormente serão utilizados pelas plantas, reduzindo o uso de insumos para adubação, além de evitar ou diminuir o crescimento de plantas espontâneas dispensando a utilização de herbicidas e, indiretamente, a presença de matéria orgânica sobre e sob a superfície colaboram para a estruturação do solo”.

O dia de campo contou com o depoimento dos agricultores que já fazem uso desse sistema e que obtiveram resultados positivos, contribuindo ainda mais para o entendimento e interesse dos presentes. Após essa conversa, todos realizaram uma visita na propriedade, observando as práticas realizadas pelos proprietários e a diversidade de alimentos sendo produzidos. “Numa área consideravelmente pequena, os proprietários desenvolvem atividades sustentáveis, com respeito ao meio ambiente, à natureza e a vida humana, adquirindo renda para sua família”, comemora o extensionista.