Agricultores de Bandeirante aprendem a conservar o solo e a água

Melhorar a qualidade do solo e da água em Bandeirante, no Extremo Oeste, é um compromisso da Epagri e da Secretaria Municipal de Agricultura com apoio do Projeto Anater. As ações mais recentes foram duas reuniões técnicas realizadas nos dias 19 e 20 de junho sobre práticas conservacionistas de solo e água com foco na construção de terraços de base larga. Os encontros atraíram cerca de 40 participantes às comunidades de Novo Encantado e Linha Prata.

Os participantes aprenderam, na teoria e na prática, a fazer análise e interpretação de solo e também a construir os terraços. A reuniões foram conduzidas pelo engenheiro-agrônomo da Epagri Clístenes Guadagnin, que falou sobre a preocupação que as famílias rurais devem ter em adotar práticas conservacionistas para melhorar a estrutura e a fertilidade do solo. As atividades foram realizadas com apoio dos extensionistas José Clóvis Moreira e Francisca Freiberger, da Epagri, e da engenheira-agrônoma da prefeitura Paula Stringhini.

Os participantes conheceram os equipamentos que podem ser usados para medir e construir terraços de base larga, como pé-de-galinha, mangueira de nível e nível de engenharia. Eles também aprenderam, na prática, todo o processo de coleta e análise de solo. “As famílias ficaram muito felizes em praticar essa metodologia e usar a ferramenta de construção de terraços. Eles estão convictos de que precisam fazer algo para recuperar e preservar o solo com práticas sustentáveis”, conta José Clóvis.

De acordo com o extensionista, o próximo passo é atender as demandas de construção de terraços e outras práticas conservacionistas nas propriedades rurais. “Já está prevista a construção de terraços em mais de 30 hectares”, conta José Clóvis.

, , , , ,

© 1996 - 2018 Epagri. Direitos reservados