Publicações

Capa_sintese_2016Síntese Anual da Agricultura de Santa Catarina 2015-2016

Trata-se de um documento de periodicidade anual, com informações qualitativas e quantitativas relacionadas às atividades agropecuárias do estado. Versão em PDF.

Capa_numeros_scNúmeros da Agropecuária Catarinense

Versão em PDF.

agri_organA Agricultura Orgânica na Região da Grande Florianópolis: Indicadores de Desenvolvimento

O presente trabalho, realizado com o apoio do Fundo Rotativo de Estímulo à Pesquisa Agropecuária do Estado de Santa Catarina – Fepa -, através do projeto intitulado “Estudo comparativo para identificação de indicadores de sustentabilidade dos sistemas de produção orgânica em Santa Catarina”, constitui o relatório final da pesquisa e representa mais uma contribuição para reduzir a lacuna de informações e conhecimentos sobre este promissor segmento, sendo parte integrante de outros estudos já realizados pelo Instituto Cepa/SC sobre a agricultura orgânica em Santa Catarina. Versão em PDF.

capa_mexilhaoCusto de Produção do Mexilhão Cultivado

A criação de mexilhões cultivados é uma atividade que gera renda para o mitilicultor, podendo contribuir para a melhoria da qualidade de vida do produtor e de sua família. Com este documento queremos oferecer ao produtor ou interessado na produção deste molusco um instrumento cuja análise permita um melhor gerenciamento dos custos apurados nas propriedades. Trata-se de mais uma publicação de uma série que pretende mostrar que a atividade aqüícola é rentável e que veio para melhorar a qualidade de vida do homem do litoral catarinense. Versão em PDF.

custoDesenvolvimento de Metodologia para Elaboração de Custos de Produção das Principais Culturas Exploradas em Santa Catarina

Há muito sabe que a tradição deixou de ser um bom argumento; se não incluir planejamento, visão de futuro, análise de ameaças e oportunidades, poderá ser condenada ao fracasso comercial. É o mundo da competitividade. O produto deve ser orientado para um público consumidor ou a um nicho de mercado. A competitividade, por
sua vez, impõe competência, e isto significa que, se quiser se manter no negócio e prosperar, terá de otimizar seus meios de produção. Versão em PDF.

capa-leite2Estudo da Cadeia do Leite em Santa Catarina – Prospecção e Demandas – versão preliminar

A Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) através do seu Centro de Estudos de Safras e Mercados (Epagri/Cepa) e a Federação da Agricultura do Estado de Santa Catarina (Faesc) desenvolveram ações nas diversas regiões do Estado, para identificar os principais anseios e dificuldades percebidas pelos agentes da cadeia, cujos resultados estão descritos neste documento. Versão em PDF.

pisciculturaEstudo da Competitividade da Piscicultura na Região Oeste de Santa Catarina

A piscicultura em Santa Catarina, iniciada na década de 70, teve como primeiro objetivo criar uma alternativa de renda para o pequeno produtor rural do interior do estado. Ao longo destes mais de 25 anos mostrou ser um segmento de muita importância, haja vista suas potencialidades e as significativas razões para sua adoção na propriedade, como o aproveitamento de áreas e dos resíduos orgânicos (dejetos), a utilização de mão-de-obra familiar e um bom retorno financeiro do capital investido. Versão em PDF.

frutasFruticultura catarinense em números 2012/2013 

O levantamento da produção da fruticultura de Santa Catarina visa atualizar e ampliar o conhecimento sobre o setor frutícola estadual, através de estimativas sobre o número de produtores, da área plantada, da produção, do preço e da distribuição da oferta anual das principais frutas de cultivo permanente. As variáveis levantadas serão revistas anualmente, de acordo com a necessidade ou interesse do programa de fruticultura. Versão em PDF.

capa_ind_fumoIndicadores técnicos e econômicos para a gestão de propriedades rurais produtoras de fumo em Santa Catarina

Este documento apresenta os indicadores de desempenho técnicoeconômico dos sistemas de produção de “fumo em estufa” e “fumo em galpão”, obtidos a partir do monitoramento com contabilidade técnica e gerencial de 70 propriedades localizadas na região de Braço do Norte, Imbuia, Canoinhas e São Miguel do Oeste, referentes ao ano agrícola 2007/2008. Versão em PDF.

capa_beijaflorInclusão digital em comunidades rurais: projeto beija-flor – internet no campo

O Programa de Inclusão Digital Beija-Flor vem promovendo ações de inclusão social e digital a uma parcela significativa da população de Santa Catarina, que se encontra à margem da inovação tecnológica proporcionada pela informática. Versão em PDF.

lac_2005Levantamento Agropecuário de Santa Catarina – 2002-2003

O Levantamento Agropecuário de Santa Catarina – LAC visou, fundamentalmente, atualizar e ampliar o conhecimento sobre o setor agrícola do Estado, através da busca de informações sobre o produtor rural e sua família, sobre o estabelecimento agrícola onde trabalha, e sobre a produção agropecuária. Este projeto veio ao encontro das demandas por informações atualizadas, principalmente, pela Secretaria da Agricultura e Desenvolvimento Rural e suas empresas vinculadas. A execução deste projeto possibilitou a otimização dos recursos humanos e financeiros das instituições envolvidas e, além disso, resultou na composição de um banco de dados unificado. Este levantamento foi marcado pelo pioneirismo da coleta e transmissão eletrônica de dados, onde foram utilizados computadores de mão para a coleta de dados, os estabelecimentos foram georreferenciados com o uso dos receptores de sinais de satélite (GPS) e a internet usada para a efetiva transmissão dos dados.
Ver mais…

Manual de coeficientes de mão-de-obra e capa_manual_coeficientemecanização em atividades agropecuárias e de aqüicultura de Santa Catarina

Este trabalho é resultado do subprojeto “Determinação de coeficientes técnicos de mão-de-obra e mecanização, visando a melhoria da gestão das principais atividades da agricultura familiar no Estado de Santa Catarina”, vinculado ao projeto “Estudo e melhoria da gestão técnica e econômica dos sistemas de produção da agricultura familiar de Santa Catarina”. Versão em PDF.

capa_agregacaoOs empreendimentos de agregação de valor e as redes decooperação da agricultura familiar de Santa Catarina

A Secretaria da Agricultura e da Pesca e a Epagri decidiram realizar um levantamento, coordenado pela Epagri/Cepa e envolvendo técnicos das estruturas estadual, regional e local da Empresa, que retratasse a situação atual de três diferentes tipos de empreendimentos dos agricultores familiares catarinenses: a) as agroindústrias; b) os empreendimentos de turismo rural, artesanato, e prestação de serviços e c) as redes de cooperação, na forma de condomínios, associações e cooperativas. Este levantamento serviu de base para elaboração dessa publicação. Versão em PDF.

Capa_perspectivasPerspectivas para o sistema agroalimentar e o espaço rural de Santa Catarina em 2015: Percepção de representantes de agroindústrias, cooperativas e organizações sociais

Em busca de maior sinergia entre o poder público e os atores sociais envolvidos na agricultura familiar e no agronegócio, a Secretaria de Estado da Agricultura e Desenvolvimento Rural, através do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola – Epagri/Cepa, está apresentando as visões de futuro dos empreendedores e das organizações sociais do sistema agroalimentar e do espaço rural de Santa Catarina, no horizonte de 2015. Versão em PDF.

capa_PEAPPesquisa-extensão e aprendizagem participativas

A Pesquisa-Extensão e Aprendizagem Participativas (PEAP) é um enfoque metodológico que complementa e reforça os trabalhos de pesquisa e extensão tradicionais. Em resposta à dificuldade de adoção pelos agricultores familiares de muitas tecnologias geradas nos centros de pesquisa e difundidas pelos serviços de extensão rural, abordagens PEAP se desenvolveram com base em uma maior interação de saberes entre pesquisadores, extensionistas e agricultores. Essa interação visa a uma melhor adequação das tecnologias à realidade e ao contexto das comunidades rurais, assim como mais rapidez na aplicação dos resultados. Versão em PDF.

capa_pesq_particPesquisa participativa e extensão rural como processos educativos

Este trabalho apresenta importante instrumental teórico-metodológico para estruturar o diálogo entre técnicos e agricultores no trabalho de extensão rural,  trazendo para as Ciências Agrárias abordagens originárias da área da Educação, cuja necessidade tem sido cada vez mais enfatizada, sobretudo a partir da promulgação, em 2004, da Nova Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural. Versão em PDF.

capa_uvaPotencial de Mercado para Uva de mesa em Santa Catarina

A Epagri, na condição de empresa pública a serviço da agricultura catarinense, estudou as potencialidades, restrições e espaços para o desenvolvimento da viticultura catarinense. O presente trabalho, entre outros, passa a servir como referencial para tomada de decisão da Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural – SAR, juntamente com suas empresas filiadas, no sentido de orientar a pesquisa agropecuária, a assistência técnica e extensão rural e os mecanismos de fomento à produção, com base em informações atuais da produção estadual e sua inserção no contexto nacional, suas potencialidades, restrições e o comportamento do mercado como espaço para realização do agronegócio. Versão em PDF.

capa_DTSProjeto Desenvolvimento Territorial Sustentável (DTS) da Zona Costeira Catarinense: Estratégias integradas de geração de trabalho e renda a partir da valorização da identidade cultural das comunidades pesqueiras tradicionais

Este relatório detalha as ações e resultados do projeto “Desenvolvimento Territorial Sustentável da Zona Costeira Catarinense: estratégias integradas de geração de trabalho e renda a partir da valorização da identidade cultural das comunidades pesqueiras tradicionais”,  Versão em PDF.

capa_organico_2012_1Produção orgânica na agricultura familiar de Santa Catarina

O presente estudo visa atualizar um conjunto de informações referentes à Agricultura Orgânica e à Agroecologia, especificamente referentes ao produtor, à produção e à comercialização, para que políticas públicas e estratégias de intervenção sejam implementadas de forma mais eficiente e possam contribuir para atingir aqueles objetivos. Versão em PDF.

capa_pibProduto Interno Bruto dos Municípios Catarinenses – 1999-2003

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE –, em parceria com os órgãos estaduais de estatística, secretarias estaduais de governo, com apoio da Superintendência da Zona Franca de Manaus – Suframa –, vem desenvolvendo o projeto das Contas Regionais, com a divulgação de resultados sobre a evolução do produto interno bruto (PIB) de cada unidade da federação, possibilitando conhecimento da capacidade competitiva das economias estaduais e a composição setorial e regional do PIB nacional. Versão em PDF.

capa_beija_florPrograma de Inclusão Digital – BEIJA-FLOR

O Programa de Inclusão Digital – Beija-Flor visa contribuir para promover a inclusão digital de uma parcela significativa da população de Santa Catarina, que está à margem da inovação tecnológica proporcionada
pela informática. O público-alvo do projeto são os agricultores e pescadores e suas famílias, principalmente os jovens, que, sem acesso aos recursos da informática disponíveis nos centros urbanos, encontram pouca motivação para permanecer no campo e nas comunidades
pesqueiras. Versão em PDF.

Uma Análise do Pronaf em Santa Catarina - Relatório em atendimento as metas 6 e 7 do Convênio Epagri/MDA 065/ 2006

O Epagri/Cepa desenvolveu o presente estudo, cujo objetivo central é conhecer a efetividade do Programa no que se refere aos ganhos na produção agropecuária e nos indicadores sócio-econômicos das famílias catarinenses beneficiadas. Versão em PDF.

comercializacaoEstudo da Dinâmica da Comercialização de Produtos Orgânicos em Santa Catarina

O Instituto Cepa, no ano de 2003, publicou dois estudos. O primeiro, teve a finalidade de mapear e caracterizar a agricultura orgânica em Santa Catarina; o segundo, retratou a comercialização e o consumo de produtos agroecológicos na região da Grande Florianópolis. A fim de aprofundar o conhecimento neste campo é que se realizou este trabalho, destinado a conhecer a dinâmica da comercialização de produtos orgânicos no estado de Santa Catarina, pois esta é uma tarefa que se tem mostrado urgente para todos os interessados na expansão e regulamentação da atividade. Versão em PDF.

legislacaoEstudo dos Entraves nas Legislações que afetam o agroturismo e proposta de adequação ao desenvolvimento das atividades

A indústria, outrora responsável pelo esvaziamento do campo por oferecer e absorver mão-de-obra, está em crise, ou transformação. A cidade, autrora miragem para o homem do campo, está em crise. As gerações de hoje, mesmo mais escolarizadas e profissionalmente preparadas, deixam de ser promessas para se transformar em problema social. Além disso, as cidades estão cada vez mais acuadas pelo cerco da violência. Versão em PDF.

TIImpacto da Tecnologia de Informação (TI) sobre o Processo Decisório do Agricultor Familiar

O presente estudo, produto de um dos órgãos do governo que atua no segmento agricultura, procura avaliar o impacto do uso da tecnologia da informação sobre o poder decisório do agricultor familiar catarinense. Versão em PDF.

museuMuseu do Agricultor de Santa Catarina Estudo para Implantação

O museu, cuja proposta é desenvolvida no presente estudo com enfoque específico na agricultura, é cultural. Entenda-se por cultural um nível acima dos estratos da mera sobrevivência, acima das questões sociais e econômicas, da garantia de um espaço e dos meios de produção. Um museu que se proponha resgatar a história das origens dos povos que hoje compõem a população catarinense ocupa-se com questões como identidade étnica, afirmação de personalidade, preservação de características culturais, afirmação de etnias raciais, adaptação a meios diferentes e até hostis, lutas por luto preservação e processos de integração de diferenças. Versão em PDF.

observatorioPerspectivas para a Agricultura Familiar – Horizonte 2010

O mundo muda. Tudo muda. Tudo é moda. O ritmo dos tempos tornou-se vertiginoso. Chegou a um ponto em que tudo o que tivesse mais de trinta anos seria velho, mas este limite veio baixando assustadoramente.
O tempo de vigência de qualquer coisa não só encurtou, mas foi obrigado a se modificar de tal maneira que deveria ser tão diferente que passaria a ser novo. A nova ordem era a mudança. Era preciso mudar. Tudo. Nada resistia ou sobrevivia. Outra palavra de ordem: tendências, megatendências. Era preciso estar atualizado, produzir de acordo com o momento, com as necessidades em voga, ditadas pelos grandes centros, pelos formadores de opinião, pelos Estados-líderes, por organizações de ponta… Foram, e ainda são, tempos de desconstrução, reengenharia, quebradeira, competição selvagem em nome dos avanços da ciência, da química, do transgênico, do conservante, do artificial, da produção em escala, em massa… Versão em PDF.

capa_ostraCusto de Produção de Ostras

O Instituto Cepa/SC, com o apoio financeiro do Fepa – Fundo Rotativo de Estímulo à Pesquisa Agropecuária e a colaboração da Epagri – empresa que tem acompanhado de perto os produtores ao longo do ciclo produtivo – apresenta, por meio deste documento, um custo referencial de implantação de cultivo e produção de ostras da espécie Crassostrea gigas, trazendo parâmetros cuja utilização possa auxiliar na tomada de decisão de técnicos, produtores e outros envolvidos com a atividade. Versão em PDF.

migracaoMigração Rural e Estrutura Agrária no Oeste Catarinense

O objetivo central deste trabalho é fornecer subsídios para a formulação de propostas de políticas públicas para o setor rural e de diretrizes para a consolidação de um processo de desenvolvimento sustentável. Versão em PDF.

agroecologicosComercialização e Consumo de Produtos Agroecológicos – Grande Florianópolis

A pesquisa com consumidores e o mapeamento dos locais de comercialização de produtos agroecológicos são o resultado de uma parceira entre o Cepagro – Centro de Estudos e Promoção da Agricultura de Grupo e o Instituto Cepa/SC – Instituto de Planejamento e Economia Agrícola de Santa Catarina. Ela é um dos componentes do projeto “Apoio a consumidores de produtos agroecológicos”, executado pelo Cepagro, com o apoio do Conselho Federal Gestor do Fundo de Defesa de Direitos Difusos, da Secretaria de Direitos Econômicos, do Ministério da Justiça. Versão em PDF.

diag_exclusaoDiagnóstico da Exclusão Social em Santa Catarina – Mapa da Fome

A pedido da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social, Urbano e Meio Ambiente, este “Diagnóstico da Exclusão Social em Santa Catarina – Mapa da Fome” pretende ser um aliado importante neste mutirão nacional pela erradicação da fome e da miséria, um instrumento poderoso para permitir que os recursos públicos sejam aplicados de forma mais cirúrgica, eficaz e, de fato, resolutiva. Versão em PDF.

agric_organicaAgricultura Orgânica em Santa Catarina

Reconhecido o interesse por esta nova modalidade e pela necessidade da participação do poder público, ao qual compete estabelecer políticas e oferecer orientação e subsídios, o estado de Santa Catarina decidiu empreender o presente estudo, confiando a tarefa ao Instituto Cepa/SC, com o apoio do Pronaf/Pnud, em parceria com a Epagri, as prefeituras municipais, certificadoras e organizações não-governamentais ligadas à agricultura orgânica. Versão em PDF.

capa2Caracterização Regional

Estudo elaborado pelo Instituto Cepa/SC para a Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão. Contempla dados e informações sobre as regiões compreendidas pelas 29 Secretarias de Desenvolvimento Regional do Estado. Versão em PDF.

Capa_peixe2002Custo de Produção do peixe de Água Doce

Com este trabalho gerou-se um instrumento para os envolvidos na atividade de piscicultura no estado de Santa Catarina e, principalmente, na região do Alto Vale do Itajaí, pois o objetivo de um custo referencial é estabelecer parâmetros para a tomada de decisão. Versão em PDF.

capa_levantamento_p2Levantamento dos Empreendimentos Turísticos no Espaço Rural de Santa Catarina

Este relatório divulga os resultados do Levantamento dos Empreendimentos Turísticos no Espaço Rural de Santa Catarina, realizado pelo Instituto Cepa/SC em parceria com a Rede Cepagro e a Associação de Agroturismo Acolhida na Colônia, com a colaboração da Federação Catarinense de Municípios – Fecam -, da Epagri e das prefeituras municipais.

A pesquisa, patrocinada pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar – Pronaf -, do Ministério do Desenvolvimento Agrário – MDA -, abrangeu todos os 293 municípios catarinenses. Versão em PDF.

capa_valor_producaoValor Bruto da Produção Agropecuária nas Microrregiões de Santa Catarina

Este trabalho de avaliação e análise da produção agropecuária catarinense – valor bruto da produção -, foi desenvolvido para que se possa melhor conhecer a base do desenvolvimento das microrregiões que compõem o território estadual.
Com este trabalho, espera-se contribuir para um melhor conhecimento da situação da produção agropecuária nas diversas microrregiões geográficas do estado para a formulação, correção e adequação de políticas públicas ao apoio do desenvolvimento ruralsustentável, para que os agricultores e pescadores, com suas respectivas famílias, possam ter no trabalho a fonte de renda e a garantia de sua dignidade e satisfação. Versão em PDF.

capa_altovaleEstudo da Competitividade da Piscicultura na Região do Alto Vale do Itajaí

O Instituto Cepa/SC, em parceria com a Epagri e a Acaq, realizou uma pesquisa, financiada pelo Pronaf, nas unidades rurais que praticam esta atividade como empreendimento comercial.

Os resultados desse trabalho trazem a público as principais questões que traduzem a competitividade da atividade, com a verificação de sua adoção nas propriedades de uma região cuja economia gira em torno da exploração de culturas adotadas há mais tempo pelos produtores rurais, como a cebola e o arroz. Versão em PDF.

capa_impactos_p2Estudo do Potencial do Agroturismo em Santa Catarina

Este relatório divulga os resultados do Estudo do Potencial do Agroturismo em Santa Catarina, realizado pelo Instituto Cepa/SC em parceria com a Rede Cepagro e a Associação de Agroturismo Acolhida na Colônia.
O estudo identifica as principais atividades do agroturismo existentes neste espaço, mostra sua importância econômica e social para os agricultores envolvidos e avalia suas possibilidades para a agricultura familiar de Santa Catarina. Versão em PDF.

farinheiraFatores que afetam a Competitividade das Farinheiras e Polvilhadeiras na Agricultura Familiar Catarinense

A cultura da mandioca, em Santa Catarina, é explorada por cerca de 60 mil famílias de agricultores, predominantemente em pequenas propriedades rurais.

Diante desta situação, com o apoio do Pronaf, o Instituto Cepa/SC realizou o presente estudo com base num levantamento junto a micro, pequenas e médias agroindústrias dos segmentos de farinha e polvilho azedo, visando caracterizar os produtores, traçar o perfil das agroindústrias e identificar os fatores que afetam a competitividade destes empreendimentos. Versão em PDF.

bananaFatores que afetam a Qualidade da Banana na Agricultura Familiar Catarinense

A necessidade de melhorar a competitividade da fruta catarinense no mercado ensejou ao Instituto de Planejamento e Economia Agrícola de Santa Catarina – Instituto Cepa/SC -, em parceria com o MDA/Pronaf, a realização do presente trabalho, objetivando analisar os fatores que afetam a qualidade, focando especialmente a apresentação da banana produzida pelos agricultores familiares do estado. O trabalho visa a conhecer os pontos de estrangulamento que afetam a comercialização da banana, desde a produção até o consumidor final. Versão em PDF.

capa_dp-pronafAvaliação do Pronaf – Infra-estrutura e serviços Municipais

Temos, assim, a satisfação de apresentar às autoridades, lideranças, técnicos e produtores familiares rurais de Santa Catarina o presente trabalho de avaliação. Seu conteúdo, temos convicção, será de grande valia para a identificação de problemas e a adoção de medidas que permitam assegurar uma melhor utilização dos recursos e o aperfeiçoamento da participação comunitária no desenvolvimento da agricultura familiar catarinense. Versão em PDF.

cebolaFatores que afetam a Qualidade da Cebola na Agricultura Familiar Catarinense

A cebolicultura é a principal atividade olerícola do estado, tanto em termos de área cultivada quanto em volume de produção colhida ou em valor bruto da produção. Envolve aproximadamente 18 mil famílias de agricultores, que têm nela sua principal ocupação econômica.

Este documento destaca os principais entraves atualmente registrados pela cadeia produtiva e apresenta alternativas para solucioná-los. Destina-se à sociedade em geral. Em particular, ao setor diretamente envolvido com a cultura. Versão em PDF.

alhoTraz informações sobre a cultura do alho, no sentido de subsidiar eventuais tratativas no âmbito do Mercosul, analisando questões de produção e comercialização. Versão em PDF.
milhoOferece informações detalhadas sobre a importância socioeconômica no estado, no país e no mundo; características da exploração; comercialização; abastecimento e mercado, além de aspectos ambientais, de transporte e suas implicações no âmbito do Mercosul. Versão em PDF.
pescadoTem por objetivo orientar o encremento da produção, da industrialização e do consumo de peixes, visando ao aumento de renda da propriedade rural através do incentivo ao consumo. Versão em PDF.
bananaEnfoca a cultura da banana, tratando dos aspectos de tecnologia de produção, comercialização e perspectivas de mercado no âmbito do Mercosul. Versão em PDF.
Acebolaborda aspectos técnicos e comerciais da cultura da cebola, diagnosticando pontos de estrangulamento, oportunidades e ameaças que poderão advir com a integração do Mercosul. 
maracujaEnfoca a análise de produção e seus custos, as características da exploração e os aspectos de comercialização, com o objetivo de orientar os produtores, comerciantes e demais interessados na promoção do desenvolvimento e aprimoramento da cultura no estado. Versão em PDF.