Epagri incentiva sucessão na agricultura familiar em Ponte Serrada

jovens ponte serradaPara contribuir com o processo de sucessão no campo e a continuidade da agricultura baseada na mão de obra familiar, a Epagri de Ponte Serrada está desenvolvendo atividades com um grupo de jovens rurais do município pelo segundo ano consecutivo. Os participantes, todos filhos de agricultores familiares, estão recebendo formação técnica, humana, social e ambiental que poderá contribuir com a decisão de permanecer na agricultura.

Os encontros acontecem mensalmente e, em cada etapa, um tema é trabalhado com o grupo. As atividades deste ano iniciaram no dia 21 de março com um seminário de sensibilização e motivação para famílias, lideranças, estudantes e jovens rurais. O palestrante foi o doutorando Rodrigo Kummer, que abordou o tema “Juventudes rurais do Oeste Catarinense”.

A segunda etapa foi realizada no dia 4 de maio. Os jovens assistiram a uma aula teórica sobre bovinocultura de leite à base de pastagens perenes na comunidade de Baia Baixa. Na sequência, fizeram uma visita técnica à Unidade de Referência Técnica (URT) de bovinocultura de leite e erva-mate da família Kohl, na comunidade de Linha Fátima. “Os participantes puderam ver na prática como um casal de jovens rurais, beneficiários do Programa de Crédito Fundiário, está garantindo a permanência na agricultura com renda e qualidade de vida, além de alcançar excelentes índices técnicos e econômicos na atividade leiteira, seguindo a proposta da Epagri para a produção de leite”, conta a engenheira-agrônoma da Epagri Leila Tirelli da Motta.

Os próximos encontros do grupo vão tratar sobre turismo rural, produção de alimentos, agroindústrias familiares e gestão ambiental.