Epagri apresenta experiência com queijo artesanal serrano na Assembleia Legislativa do Paraná

qas al paranaA Assembleia Legislativa do Paraná promoveu, no dia 19 de março, uma audiência pública para debater o projeto de Lei 818/2015, de autoria dos deputados Professor Lemos e Luiz Cláudio Romanelli, que busca legalizar a produção e comercialização de queijos artesanais naquele estado. A Epagri, por meio da extensionista Andréia Meira Schlickmann, da Gerência Regional de Lages, apresentou a experiência de Santa Catarina e os avanços do trabalho desenvolvido com o Queijo Artesanal Serrano, um dos projetos utilizados como referência para a elaboração da lei paranaense. Em Santa Catarina, a produção e a comercialização de queijos artesanais feitos com leite cru já é amparada por lei.

A iniciativa resultou num debate produtivo sobre a legalização da produção dos queijos artesanais. De acordo com Andréia, a troca de experiências entre os estados fortalece a articulação entre as instituições, unindo esforços da extensão rural, dos serviços de inspeção, das organizações civis e públicas e dos poderes executivo e legislativo, qualificando o debate e acelerando a tomada de decisões. “Viabiliza-se a construção coletiva de sólidos projetos que promovem o desenvolvimento territorial a partir da agricultura familiar”, reforça.

A iniciativa é liderada pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-PR) e pelos deputados proponentes e conta com apoio de instituições como Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), Sebrae-PR, prefeituras, secretarias de agricultura, além da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e de entidades representativas da agricultura familiar.