Feira da Agricultura Familiar de Papanduva faz diagnóstico participativo

feira papanduvaA Epagri realizou uma reunião no início de março com membros da Feira da Agricultura Familiar de Papanduva para realizar um diagnóstico rural participativo do empreendimento. O objetivo foi levantar pontos fortes e fracos, oportunidades e ameaças no cenário agrícola e econômico e, com isso, traçar metas para a continuidade de um trabalho que beneficia agricultores e consumidores.

Entre os pontos fortes levantados estão o excelente atendimento, cortesia, amizade e comprometimento dos agricultores envolvidos. Todos os alimentos produzidos, seja no sistema convencional, seja no orgânico, são cultivados com muita responsabilidade e dentro das normas técnicas.

Entre os pontos a serem melhorados, os agricultores destacaram a necessidade de ampliar a diversidade e a quantidade de produtos para melhor atender os clientes, que sempre buscam alimentos saudáveis e diferenciados. A Epagri tem realizado visitas técnicas para ajudar os agricultores no escalonamento da produção e na escolha de melhores opções para o plantio.

Com quatro anos de existência, a Feira da Agricultura Familiar de Papanduva aproxima os consumidores dos agricultores. Produtos saudáveis, frescos e de qualidade são ofertados a preços justos e que remuneram o agricultor de forma sustentável. “A equipe está de parabéns pela persistência, consciência e maturidade de levar sempre o melhor para a sua clientela. Fazer análises desse tipo é uma técnica estratégica para observar as oportunidades que existem no mercado e as chances de conquistar novos clientes”, afirma a extensionista Camila Croge, da Epagri.