Livro descreve trajetória de agricultoras em São Ludgero

Foto: Bertoldo Kirchner Weber

Fotos: Bertoldo Kirchner Weber

Uma sessão solene na Câmara de Vereadores de São Ludgero realizada na segunda-feira, 11, marcou o lançamento do livro “Mulher, Semente de Vida: Gestão Coletiva e Cooperativismo em São Ludgero-SC”, editado pela Epagri. A obra, escrita pela extensionista rural da Epagri Juliana Köenig Duarte e pela assistente social Teresinha Baldo Volpato, extensionista aposentada da Epagri, retrata a trajetória das famílias que integram a Feira de Produtos Coloniais da cidade, a popular Feirinha.

O livro tem 60 páginas produzidas a partir das anotações e registros nos cadernos de campo dos trabalhos realizados, inicialmente com o projeto Microbacias 2, quando o engenheiro-agrônomo Lisandro Coelho também atuou com o grupo de mulheres. Posteriormente, as ações tiveram sequência com o Programa SC Rural, período de fundação do grupo da Feira de Produtos Coloniais e da Cooperativa de Mulheres Agricultoras e Artesãs (Cooperação).

capa livro mulher semente da vidaAs autoras destacam que desde o início o grupo manteve uma postura diferenciada de organização, tanto na produção como na comercialização, primando pelo respeito entre as famílias e pela não competição de produtos entre si. “A produção se dá em cada propriedade individualmente e a comercialização de forma coletiva”, explica Teresinha. “A maneira diferente de trabalhar, onde se prima pela cooperação e não competição, a forma de se ajudarem mutuamente, é que vem despertando a atenção de muitos municípios dentro e fora do Estado, inclusive com visitas para conhecer o funcionamento”, pontua Juliana.

Ao relatarem o desenvolvimento dos trabalhos e da convivência com o grupo, as autoras permitem que o leitor mergulhe em lembranças e histórias de vida que se tramam do individual ao coletivo e que, a partir daí, criam possibilidades de modificar o presente e o futuro da vida dos envolvidos e de seu entorno. Pela riqueza de exemplos que resultam dessa experiência, Terezinha e Juliana optaram por deixar um registro do caminho trilhado, de forma a inspirar outros grupos. Isso porque experiências como esta surgem em todo Estado, porém esse grupo trabalha unido há mais de 10 anos e vem evoluindo em etapas bem estruturadas para chegar ao grau de autogestão e organização atual.

livro_mulher semente da voda_lançamento_todosCom o trabalho realizado pela extensão rural, muitas vidas foram transformadas na região de São Ludgero. Hoje a sociedade são-ludgerense reconhece a importância da interação urbano-rural que é proporcionada nos espaços da Feira de Produtos Coloniais e da Cooperação.

As autoras fazem questão de agradecer o empenho do Gerente Regional da Epagri em Tubarão, Gustavo Gime Claudino dos Santos, para que a publicação se tornasse realidade. “A nossa gratidão é eterna a todos que apoiaram direta e indiretamente a publicação do livro”, reforçam.

Com informações do site da prefeitura de São Ludgero.