Piscicultores de Bandeirante são orientados para produção sustentável

bandeiranteNo Oeste Catarinense os piscicultores estão sendo capacitados para a produção sustentável, ou seja, produzir com olhar na eficiência produtiva e outro no mercado, buscando o melhor preço e a agregação de valor. No dia 23 de novembro, a Epagri de Bandeirante promoveu um curso com esse enfoque para mais de 20 piscicultores na propriedade da família de Antoninho Zambiasi, na Linha Getúlio Vargas, com o especialista e extensionista rural da Empresa, Osvaldo Ruppel.

A capacitação técnica deu enfoque no sistema de produção de peixes de água doce, explicando os parâmetros de qualidade da água, manejo animal e alimentar, construção de açudes e estruturas produtivas, produção sustentável (peixe verde) e custos de produção, mercado e bandeirante2comercialização. Os piscicultores aprovaram o trabalho de assistência técnica da Epagri e propuseram mais eventos para o próximo ano, apoio para organização do grupo com melhoria da infraestrutura produtiva e conquista de mercado.

“A piscicultura está crescendo na nossa região e investimentos estão sendo feitos para melhorar a infraestrutura produtiva, tanto na construção de açudes, tanques ou viveiros bem projetados. Os produtores estão sempre em busca de bons equipamentos para auxiliar na produção e de novas tecnologias para produzir peixes com eficiência e lucratividade. Para aumentar essa eficiência são necessários diversos elementos como ter uma boa água, localização, bons açudes, acesso à informação, mercado consumidor e fundamentalmente saber produzir peixes. A Epagri busca colaborar com essa cadeira produtiva”, diz o extensionista rural de Bandeirante, José Clóvis Moreira.