Extensionista da Epagri é premiada pela Câmara dos Deputados

Rose homenageda na camara 2A extensionista da Epagri Rose Mary Gerber foi uma das ganhadoras do prêmio Extensionista Destaque 2017. A premiação foi entregue nesta segunda-feira, 4, em sessão solene em homenagem aos 69 anos da Extensão Rural do Brasil, no Plenário Ulisses Guimarães, na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Requerida pelo presidente da Frente Parlamentar de Assistência Técnica e Extensão Rural, deputado federal Zé Silva, a sessão foi realizada em parceria com a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) e homenageou profissionais de todas as unidades da federação.

Ao abrir a sessão, o deputado Zé Silva explicou que o objetivo é homenagear os extensionistas, resgatar a história e mostrar as conquistas e a situação atual da extensão rural no país. “A extensão rural é um serviço essencial para reduzir as desigualdades entre pessoas e as regiões brasileiras, e o Congresso Nacional tem papel fundamental para que esse serviço possa vencer seu maior desafio, que é a sustentabilidade financeira. O Governo Federal precisa mudar a forma e também ampliar os recursos aplicados para que a extensão rural deixe de ser dependente de convênios burocráticos”.

Rose homenageada na camaraComemorado em todo território nacional em seis de dezembro, o Dia do Extensionista Rural foi instituído pela lei nº 12.386, em 03 de março de 2011. Os profissionais que receberam a homenagem ‘Extensionistas destaque 2017’ foram indicados pelas instituições públicas prestadoras de Ater onde atuam, em seus respectivos Estados.

Rose Gerber foi indicada pela diretoria para receber a homenagem e afirma que se sentiu honrada em “representar todos os extensionistas da Epagri, aqueles profissionais que trabalham com o conhecimento que caminha e não com o conhecimento que fica trancado em uma sala”. “Foi, sinceramente, um grande orgulho e alegria receber essa premiação”, conta a extensionista, que ressalta que hoje concorda que sua profissão é um sacerdócio, no sentido de que é uma missão nobre, pauta pela ética, seriedade e dignidade.

A homenageada é funcionária da Epagri desde 1985, quando ingressou na Acarpesc, empresa que se fundiu a outras para criar a Epagri em 1991. Formada em serviço social, tem especialização em gerontologia e mestrado e doutorado em antropologia social. Depois de atuar nos municípios de Araranguá e Governador Celso Ramos, ela veio para a sede da empresa, na capital, onde coordena o programa Capital Humano e Social.

Rose homenageada na camara 3Em sua longa carreira constatou uma evolução na extensão rural. “Antes o extensionista era um profissional que levava conhecimento, hoje ele compartilha conhecimento, compreendendo que o assistido tem uma carga de conhecimento conquistado em sua prática diária”, explica. Rose também cita o despertar para a produção de alimentos mais limpos e o empoderamento das mulheres, que passaram a participar dos processos decisórios no campo e no mar, como exemplos de que a atuação do extensionista vem evoluindo no Brasil.