Guaraciaba realiza dia de campo sobre manejo e conservação do solo e da água

guaraciaba3Mais de 40 pessoas participaram do dia de campo sobre manejo e conservação do solo e da água, realizado pela Epagri de Guaraciaba em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, no dia 15 de agosto, na propriedade de Jacir Gregory e família, na linha Tigre. O objetivo do evento foi sensibilizar e motivar os agricultores a adotarem práticas conservacionistas visando manter ou melhorar a qualidade do solo e da água, visto que esses dois recursos naturais são essenciais para o desenvolvimento da vida e das atividades agropecuárias.

Os participantes foram divididos em quatro grupos, onde passaram em quatro estações que abordaram os seguintes temas: amostragem do solo para análise química e física; avaliação guaraciaba2prática das características químicas e físicas do sol; práticas conservacionistas (cobertura do solo, terraceamento e outras); compostagem de resíduos orgânicos (fabricação e usos).

Na primeira estação foram repassadas informações básicas de procedimentos corretos para uma boa amostragem do solo, pois esse é o primeiro passo para o planejamento da correção e adubação do solo para implantação das lavouras e pastagens. Também foi esclarecido sobre o manejo do solo, uso de plantas de cobertura para proteção e melhoria das condições químicas e físicas, favorecendo a infiltração da água da chuva e consequente reposição das águas superficiais e profundas.

Outro assunto foi a construção de terraços, prática que tem ganhado força nos últimos anos, especialmente depois da ocorrência de altos volumes de chuva, que vem causando processos erosivos e dificultando as operações de plantio, tratos culturais e colheita. “Com a construção de guaraciabaterraços e a adoção de outras práticas integradas é possível assegurar que os insumos aplicados permaneçam na lavoura, promovendo os efeitos deles esperados”, reforça o extensionista rural de Guaraciaba, engenheiro-agrônomo Roque Kovalski.

O aproveitamento dos resíduos orgânicos da propriedade para produção do composto orgânico para uso na horta e pomar também fez parte dos assuntos abordados. Essa é uma forma de utilizar produtos de baixo custo como esterco, palhas, cascas, folhas e sobras de alimentos para produzir um fertilizante barato, eficiente e de fácil aproveitamento pelas plantas.