Grupo de Alfredo Wagner visita produtor de alho e cooperativa de Frei Rogério

frei rogeiro visitaAgricultores de Alfredo Wagner, juntamente com técnicos da Epagri e da Unitagri (Cooperativa de Serviços Técnicos Agrícolas), estiveram em Frei Rogério no dia 25 de maio para conhecer a propriedade do agricultor familiar Itamar Giazzoni e a Copar (Cooperativa Regional Agropecuária do Meio Oeste Catarinense), na comunidade do Núcleo Tritícola. O objetivo da visita foi conhecer as particularidades do cultivo do alho e a estrutura para a comercialização do produto pela cooperativa. Acompanharam o grupo a engenheira-agrônoma Adriana Francisco e o extensionista social Elcio Pedrão, ambos da Epagri de Frei Rogério.

Na propriedade, Itamar explicou ao grupo como dever ser a infraestrutura de armazenamento, a cura e o corte do alho, a origem e a qualidade da semente, o tratamento e a condução da lavoura, o preparo dos canteiros e o plantio dos bulbos. O agricultor também abordou sobre o controle de pragas e doenças e os visitantes aproveitaram para visitar a lavoura.

Já na cooperativa o grupo foi recebido pelo presidente Silvio Novacoski, que mostrou todos os frei rogeiro visita2passos realizados dentro da cooperativa após a entrada do produto. “O objetivo da cooperativa é melhorar as condições dos produtores associados. A classificadora e as máquinas de colher alho são ferramentas para melhorar a colheita e a padronização do produto de Frei Rogério e da região. Verificamos o resultado da organização da Copar nos vários eventos que foram realizados na Comunidade do Núcleo Tritícola, com participação massiva dos sócios, desde as reuniões técnicas sobre produção e comercialização, até os eventos sociais. A cooperativa hoje é força da agricultura familiar do município”, afirma o presidente, que aproveitou o momento para contar a história da cooperativa e os investimentos e equipamentos recebidos com recursos do Programa SC Rural.

Segundo Adriana Francisco, a Copar trabalha para aumentar a competitividade das organizações dos agricultores familiares, exatamente o objetivo do SC Rural. “A Copar tem registrado um aumento do número de associados e, no último ano de venda, conseguiu um preço de comercialização muito satisfatório para as famílias. Além das ações na comercialização e na organização de produtores, a cooperativa recebe várias entidades, escolas e agricultores familiares de Santa Catarina, que vem conhecer o trabalho do Núcleo Tritícola e a Cooperativa”.